Carta Resposta à Presidente do Sindicato dos Servidores Municipal

Ao Jornalista Heitor Mazzoco, à Srª Dela Brognaro, Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Diretoria

Na sexta feira, 28 de junho, a reportagem do Jornal Diário da Região sobre a Audiência Pública promovida pelo vereador Fabio Marcondes com relação ao projeto do ticket surpreendeu trabalhadores da Educação com a declaração da Presidente do Sindicato Dela Brognaro, que afirmou não ter sido convocada a comparecer à Câmara, pois, segundo ela: “Ele (o Vereador) chamou só quem é a favor (do projeto). Só tinha gente a mando do Valdomiro. Liguei várias vezes para o vereador, mas ele não me atendeu para falar do projeto”.

Essa afirmação não condiz com a verdade e esperamos que não seja o pensamento da diretoria do sindicato. Por isso, faremos algumas ponderações:

1- Não somos “gente a mando” do Valdomiro, defendemos que nossa categoria tenha independência em relação aos interesses do prefeito. Temos muitas reivindicações e acreditamos que temos que nos organizar para que elas sejam atendidas;

2- Na audiência não havia nenhum representante do Sindicato, mas estava presente um assessor da Vereadora Celi Regina, que acreditamos não estar “a mando do prefeito”;

3- Estivemos no espaço para encaminhar nossa carta, com mais de 300 assinaturas, ao Presidente da Comissão de Educação e Ensino da Câmara Municipal, relatando as reivindicações dos Trabalhadores da Educação;

4– No dia 25 de Junho (Terça-feira), recebemos a visita de uma das Diretoras do Sindicato e apontamos que iriamos participar da Audiência e que levaríamos nossas reivindicações;

5- Se o sindicato organizasse e representasse nossas reivindicações, não necessitaríamos de participar de audiências, pois acreditamos que devemos discutir nossos problemas nos espaços de nossa categoria;

6- Se a direção do Sindicato tivesse discutido democraticamente com a categoria o processo de Campanha Salarial, a discussão da Cesta Básica ou Ticket, essa questão já teria sido superada, pois ela faz parte da pauta de reivindicações do Sindicato.

A intervenção da Presidente do Sindicato mostra o desrespeito com o conjunto da categoria e revela a tônica da política adotada pela direção: capitalizar para si os questionamentos ou pautas que surgem a partir da organização dos servidores, desqualificando as pessoas que questionam o posicionamento político do sindicato.

Contudo, acreditamos que a direção deve estar à frente das reivindicações dos trabalhadores, considerando que temos um grupo que se mantém há muitos anos no comando da entidade.

Fabiano de Jesus, Inspetor de Alunos na Escola Darcy Ribeiro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s